fbpx

Comercial

46 2604-0385 | 46 99129-7112 comercial@controlgas.com.br

Suporte

46 3025-6255 | 46 3225-0639 suporte@controlgas.com.br

Financeiro

46 3225-0414 | 46 99119-3462 financeiro@controlgas.com.br

Você sabe o que é certificado digital?

por Marketing ControlGás 

Os certificados digitais são uma maneira de identificação eletrônica que busca deixar as transações pela internet mais seguras e evitar possíveis fraudes. Além da proteção de dados, as certificações digitais garantem eficiência, agilidade e segurança para enviar e receber informações, diminuem os custos e garantem mobilidade, pois é permitido receber e enviar documentos de qualquer lugar utilizando a assinatura digital.

Existem vários modelos e tipos de certificação e cada um se aplica em contextos diferentes, mas nada impede que seja utilizado mais de um em sua empresa, tudo depende da necessidade e demanda do seu negócio.

Quer conhecer todas as certificações? Continue neste artigo.

Certificado de assinatura digital (A1, A2, A3, A4)

Esse é o modelo mais utilizado, tem como seu principal objetivo identificar o assinante, confirmar a integridade do documento e atestar a autenticidade da operação realizada.

O mesmo é indicado para organizações que tenham grandes demandas de validação de documentos e também pode ser utilizado por profissionais liberais, que tenham a necessidade de enviar documentos digitais assinados.

  • A1 – Certificado Digital de modelo 1 têm o par de chaves criptográficas (uma pública e outra privada) geradas no próprio software (um programa de computador, no popular). Eles são armazenados em hardware próprio do usuário, normalmente um computador, laptop ou smartphone. A validade é de um ano.
  • A2 – Os de modelo 2 também têm as chaves geradas em software, mas o armazenamento acontece em uma mídia própria. A validade, aqui, é de 2 anos.
  • A3 – As chaves são geradas e armazenadas em um hardware dedicado para o Certificado Digital, que pode ser um cartão com chip ou um token criptográfico — esse último é um objeto fisicamente parecido com um pen drive, mas de uso específico e segurança mais robusta. A validade, nesse caso, é de três anos. Também aqui entram os certificados em nuvem, que são armazenados em um hardware criptográfico, chamado HSM.
  • A4 – O Certificado Digital  do tipo 4, o que muda em relação ao tipo 3 é que o tamanho mínimo das chaves é de 2048 bits, contra 1024 bits do tipo 3 e dos demais.

Tipo S (certificado de sigilo/confidencialidade (S1, S3, S4)

O certificado tipo S  faz com que os documentos assinados se torne inacessível para pessoas que não tenham autorização e, com isso, é muito mais seguro transmitir informações sigilosas pela rede. Empresas que precisam trocar informações de cunho sigiloso constantemente podem se valer dessa proteção.

Tipo T (certificado de Tempo (T3) – Seu objetivo é atestar quando um documento digital foi emitido para evitar fraudes. Este documento pode ser utilizado em conjunto com os demais certificados para garantir ainda mais segurança às transações.

e-CPF – Documento de identificação de pessoa física,utiliza-se da mesma tecnologia do certificado A, podendo ser emitido com o tipo A1 ou A3.

c-CNPJ – Documento de identificação de pessoa jurídica. Ele é emitido e armazenado utilizando os modelos A1 e A3.

NF-e – O documento de NF-e  garante a autoria e a validade jurídica das emissões de notas fiscais pela empresa aos órgãos responsáveis. 

Consulte a melhor opção com sua contabilidade.

 

Fonte: Senior, Valid,