Tudo o que você precisa saber antes de abrir uma revenda de gás

O que é necessário para abrir uma revenda de gás?

Você sabia que entre os negócios com melhores rendimentos no mercado financeiro está a distribuição e revenda de gás GLP? Interessante, não?

O modelo de negócio da revenda e distribuição de gás GLP se destaca por ser simples de estruturar e montar. Em contrapartida, a gestão do negócio precisa ser extremamente eficiente para que a empresa se destaque entre as demais. 

Como qualquer empreendimento, é necessário conhecimento e atenção em alguns detalhes fundamentais para a operação.

Conheça mais sobre o gás GLP, popularmente chamado de gás de cozinha, e saiba o que é necessário para abrir a sua revenda de gás.

O uso do gás de cozinha (GLP)

Antes de tudo, para se tornar um revendedor de gás GLP, é fundamental entender o que é o GLP e qual a sua importância como produto. O maior diferencial de uma revenda em comparação a outra, é a experiência entregue ao cliente final.

O gás de cozinha (GLP) possui uma alta taxa de lucro, afinal de contas, o uso de fogões a gás é extremamente alta entre as famílias brasileiras.

A logística para a distribuição e revenda de gás GLP precisa atuar em conjunto com alguns procedimentos de segurança. Todos os procedimentos estão de acordo com as Normas da ANP (Agência Nacional do Petróleo).

O abastecimento de combustíveis é declarado nacionalmente, uma utilidade pública pela legislação brasileira. Desse modo, cabe à ANP garantir ao consumidor final a qualidade e o fornecimento dos combustíveis em todo o território brasileiro. 

A agência elabora e publica resoluções técnicas que regulam as atividades constantes do sistema nacional de abastecimento de combustíveis, atualmente composto por mais de 100 mil agentes econômicos que operam em diferentes níveis.

Resumidamente, é preciso se atentar as normas de segurança, como ambiente ventilado, hidrantes adequados, placas com avisos e instruções (proibido fumar). Também são requisitadas questões como, adequação das portas para facilitar a saída em caso de incêndios, corredores livres, entre outras. 

Você pode conferir todas as Informações e orientações disponíveis sobre as atividades relacionadas ao abastecimento nacional no site oficial da ANP.

Licenciamento e distribuidora parceira

O primeiro passo é providenciar um CNPJ como Comércio Varejista de Gás Liquefeito do Petróleo (GLP). Para que a sua revenda de gás execute as atividades legalmente, também é preciso ter o alvará para funcionamento e abertura de empresa junto a prefeitura.

Uma revenda que trabalha apenas com gás de cozinha também necessita do alvará do corpo de bombeiros e a liberação, após fiscalização das normas da ANP, sendo a liberação por parte da agência, a última etapa. 

A melhor maneira, e também mais rápida, de realizar todos os procedimentos burocráticos é contar com o suporte da empresa parceira de distribuição de gás. Uma distribuidora que atende em diversas regiões e possui a expertise para lhe auxiliar nas orientações, é a melhor opção. 

Com os direcionamentos corretos, o processo de liberação pode ocorrer, totalmente, em até 3 meses. As questões burocráticas são necessárias e fundamentais em todas as distribuidoras de gás, seja pelas questões de segurança ou pelas questões judiciais. 

Por isso, ao escolher uma marca parceira para a sua revenda de gás, verifique se ela oferece suporte nesse sentido. A Ultragaz, por exemplo, conta com consultores para orientação e suporte às revendas parceiras. 

Local do estabelecimento

Uma das primeiras coisas a se fazer é a de busca por um local para o armazenamento dos botijões.

As revendas possuem uma classificação em classes (1, 2, 3, 4, 5 e 6) de acordo com as áreas de armazenamento que variam de 10 m² a 5 mil m².

O local escolhido para o estabelecimento necessita de um espaço amplo, de acordo com as normas de segurança, é necessário que algumas regras sejam seguidas como: o terreno estar distante de locais com aglomeração, respeitar a área de zoneamento dos municípios, ter um local especial para os volumes de botijões vazios e outro para os volumes cheios.

Além de um espaço reservado para a circulação de pessoas e materiais. Mais informações, você também encontra no site oficial da ANP.

No investimento que remete ao local da revenda, também podemos incluir os veículos usados na empresa. Seja para fazer entregas ou viagens, estes também possuem normas específicas que devem ser cumpridas, sem exceção.

Controle de estoque

Quanto a gestão de estoque da sua revenda de gás, parece algo simples e óbvio, mas não é. O gerenciamento de estoque deve ser feito com muita cautela, afinal, você precisa ter o seu produto sempre disponível ao consumidor, mediante solicitação.

Caso contrário, além de causar uma má impressão e experiência ao consumidor, você estará perdendo ele para o seu concorrente. 

É preciso definir uma quantidade de recipientes ou botijões de gás, através de uma média nos primeiros meses, que a sua revenda precisa ter em estoque, para cobrir a demanda da sua clientela.

Além disso, a aquisição pelo consumidor é realizada com a troca do recipiente vazio, em contrapartida, a sua, como empresa, é feita diretamente na distribuidora, e na maioria das vezes é necessário o agendamento prévio, com o consultor responsável.

Por isso, é fundamental que você tenha uma gestão de estoque centralizada e organizada, previsionando as entradas e saídas, e evitando possíveis transtornos. Pensando nisso, atuar com um sistema de gestão que entrega relatórios personalizados e completos ao final do dia, é uma dica valiosa. 

Equipe capacitada

Não é novidade que um ‘’bom atendimento’’ deixou de ser um diferencial, já faz muito tempo (e hoje se tornou o básico). O bom relacionamento com o consumidor é um dos pilares para a sua empresa crescer. 

Com a chegada de novos players no mercado todos os dias, é preciso se reinventar a todo momento para se sobressair em relação aos demais concorrentes.  

Todos os colaboradores contratados precisam ser instruídos para executarem as tarefas diárias com eficiência e agilidade. Existem vários cursos disponíveis na web para a capacitação da sua equipe. Seja para a gestão do seu negócio, ou para o relacionamento com o cliente. 

Dessa forma, quando o cliente entrar em contato solicitando o produto ou serviço, é necessário que a entrega ou troca do botijão seja feita com atenção e agilidade.

É essencial conduzir um bom trabalho internamente, uma vez que seus colaboradores estarão em contato diariamente com o cliente final. Todo detalhe é importante quando falamos em fidelização de clientes. Com os seus clientes satisfeitos, será mais fácil conquistar novos. 

Faça diferente

Gerenciar uma revenda de gás, a curto e longo prazo, pode ser um empreendimento extremamente lucrativo, por vários fatores. Desse modo, como qualquer outro negócio, o importante e fundamental é que a sua empresa tenha uma gestão eficiente e centralizada.

Pesquise, estude o mercado, estabeleça o seu público-alvo, trace metas e propósitos, planejamento é a palavra. Quando se planeja algo, fica mais claro a todos os envolvidos o que deve ser feito para alcançar os objetivos estabelecidos. 

Não se esqueça, para se diferenciar das demais empresas e revendas da sua cidade, você precisa atuar ativamente com o marketing. Comece com o básico: folhetos, imãs de geladeira, brindes na hora da entrega ou realização do serviço, como chaveiros, canetas, entre outros itens. Ah, e quem não gosta de receber um brinde, não é mesmo?

Com a pandemia do coronavírus, o aumento do uso das mídias sociais por parte dos brasileiros foi gritante. Pensando nisso, invista no meio digital, desenvolva ações estratégicas nas redes sociais e trabalhe diariamente o relacionamento com o seu cliente e consumidor. 

Lembre-se: quem não é visto, não é lembrado!

Conclusão

Apesar da gestão de uma revenda de gás parecer simples, não se engane! Realizar a gestão de todas as áreas da empresa pode se tornar uma grande dor de cabeça, quando não for realizada corretamente.

Contar com fluxos otimizados ajudam diretamente no bom desempenho e lucratividade da revenda, integrando todas as áreas do seu negócio, você ganha eficiência, agilidade e toda a flexibilidade necessária para o seu negócio crescer. 

Softwares e sistemas de gestão, dão conta do recado: basta escolher aquele que mais condiz com as necessidades do seu negócio. 

Quando a sua revenda estiver bem estabelecida na distribuição e venda de gás, ofereça mais serviços relacionados, para impulsionar ainda mais os seus negócios.

Atividades como a troca de mangueiras de gás ou substituição do registro regulador, além de fidelizar o seu cliente, podem agregar muito na divulgação da sua empresa. Mas não se esqueça, comece pelo básico, afinal, todas as tarefas necessitam de um profissional capacitado para serem executadas.

Em resumo, é essencial entender as leis e normas referente ao empreendimento e segmento, afinal, você e seus colaboradores estarão realizando atividades que devem atender aos requisitos estabelecidos pela ANP.

Em torno de 18 meses de revenda, já é possível ter um retorno considerável do seu investimento.

Sobre o Sistema ControlGás

O ControlGás é o sistema de gestão para revendas de gás, mais completo do mercado. 

Possui planos acessíveis que oferecem soluções integradas para todas as áreas do seu negócio: comercial, estoque, financeiro, logística, atendimento ao cliente (CRM), além de serviços integrados com o celular do entregador para emissão de pedidos e Notas Fiscais.

Coloque o seu melhor e-mail
e receba todas as novidades: